Início > Análises > [Livro] Uma Princesa de Marte

[Livro] Uma Princesa de Marte

Título: Uma Princesa de Marte (A Princess of Mars)
Autor: Edgar Rice Burroughs
Editora: Aleph

Motivado pelo recém lançamento do filme pela Disney, resolvi antecipar a posição desse livro na minha lista de leitura. Do mesmo criador de Tarzan, esse livro segue mais para o estilo de ficção científica, mas ainda sendo cheio de aventuras e realmente pouca ciência. A história começa com o ex-soldado confederado John Carter indo procurar ouro em uma mina isolada, mas seu amigo acaba sendo vítima dos índios e ele mesmo acaba tendo que fugir. Ele se esconde em uma caverna, onde algo estranho faz com que ele fique paralisado. Os índios chegam até lá, mas ficam com medo da caverna e fogem, enquanto John, depois de ficar horas paralisado, sai da caverna e contempla marte ao longe.

E puff, lá está ele. Seu primeiro contato é com o povo verde, humanoides grandes e com 4 braços, típicos alienígenas marcianos. Eles formam povo brutal, frio e sádico ao extremo, valorizando nada além da força bruta. John Carter se dá bem com eles pois descobre que passou a ter uma força sobre-humanóide (maior que todos os povos humanoides dos dois mundos), e assim ganha o respeito do povo belicoso. No começo diz que ele tinha essa super-força pela menor gravidade do planeta vermelho, mas com o desenrolar da história isso não continua fazendo nenhum sentido pois sua força nunca diminui com o condicionamento à nova gravidade, e até mesmo aumenta.

Continuando ele encontra com os macacos brancos, bestas primitivas, e depois ele presencia uma ofensiva verde contra barcos voadores que ele descobrem serem do povo vermelho, que se parecem muito com os humanos da terra com exceção da pele, como o próprio nome diz, vermelha. A histórica continua com muita ação e sem grandes floreios. Na verdade a narrativa é tão minimalista o narrador chega a colocar semanas de viagem em uma linha do tipo “a viagem foi longa e difícil, mas conseguimos”. O oposto de Tolkien, mas devo confessar que uma história tão resumida assim é um pouco decepcionante. Então é de se surpreender que o livro tenha mais de 200 páginas. Essa façanha é conseguida com uma série ininterrupta de reviravoltas no enredo, ao ponto de deixar o leitor se mordendo ao pensar “será que ele não vai conseguir nunca?”. Com certeza o livro não vai te deixar entediado.

Claro que não é difícil fazer uma análise social sobre o livro, com seus povos, todos vindos de um ancestral comum, atualmente tão segregados por causa da cor da pele, etc. E realmente o livro deixa quase tudo com explicações meio “mágicas”, mas as ideias de ficção científica são interessantes, como a descoberta do oitavo e nono raios de luz, um capaz de fazer os barcos voarem e outro é o que mantém a atmosfera de marte inteira.

Tarzan anda pelado. John carter anda pelado, assim como todos os marcianos. Parece que Sr. Burroughs se ressentia muito com o fato de ser obrigado a usar ternos.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: