Início > Análises > [Livro] Segunda Fundação

[Livro] Segunda Fundação

Título: Segunda Fundação (Second Foundation)
Autor: Isaak Yudovich Ozimov
Editora: Aleph

Último livro da trilogia (com a ironia de chamar o terceiro livro de “segunda fundação”, turum tss), e por causa disso já estou avisando que terei que dar alguns spoilers, caso contrário não teria como eu sair da primeira parte do livro. E isso também vou usar isso como desculpa pra minha falta de falta de ânimo de escrever ultimamente, mas é bom eu falar desse livro antes que eu termine de ler o próximo e acabe esquecendo desse aqui.

A história começa com a continuação da história do Mulo, que em apenas uma fração de sua vida já estava perto de criar um império galático inteiro, muito mais rápido do que os mil anos pretendidos pelo plano Seldon. Mas entre ele e seus planos ainda havia o fantasma da Segunda Fundação, que era o centro das ciências sociais e lar de tudo o que ainda restava de psico-história, mas que não possuía quase nada das ciências exatas que abundavam na Fundação “original”.

A expansão do império do Mulo foi inclusive refreada por um tempo, que depois se dedicou fortemente a encontrar a tal segunda fundação pelos quatro cantos da galáxia, sem sucesso, e isso fez com que a existência da tal segunda fundação fosse desacreditada por quase todos. Ele tenta mudar um pouco sua abordagem, mas subitamente sua busca cessa. O Mulo, como um mutante, possuía uma característica bastante comum a esse evento: ele era estéril, e com sua morte, seus poderes e seu império morreram junto.

Poxa, já coloquei fotos do Asimov 3 vezes aqui na caixa... Vou dar um descanso pro bom doutor...

Voltamos ao status quo do início da saga, com a primeira fundação atingindo mais uma vez sua prosperidade inicial, mas agora a história é assombrada por todos os lados pela segunda fundação, que alguns diziam possuírem o poder de controlar emoções de forma similar ao Mulo. E no meio de tantas pessoas, como saber quem não era um agente infiltrado? Quem não estava sendo controlado por um desses agentes? Quem é confiável? Uma pessoa que tem seus pensamentos controlados não sabe disso, até que um cientista da primeira fundação começa a se aventurar na eletroencefalografia, e nela descobre meios de saber se alguém está sendo controlado. E então ele, com mais alguns poucos conhecidos, começa uma cruzada contra a segunda fundação. E sua filha acaba participando disso também. Mas eles estavam meio que na “contra-mão” das opiniões públicas, que acreditavam que a segunda fundação era como o “plano de resgate” da primeira caso ela tivesse qualquer problema (afinal, eles não acabaram com o Mulo?).

É interessante que ambas as fundações foram criadas por Seldon com o mesmo objetivo, mas cada uma enxergava esse objetivo de formas completamente diferentes, o que gerava uma espécie de conflito de destinos manifestos, um conflito obscuro com planos dentro de planos e todo um suspense e intrigas.

Mas problemas surgiram nesse desfecho… Aquele caminho de história que prosseguiu até o começo do segundo livro, que eu disse estar saturado, é retomado no final do terceiro. Claro que muito melhor agora, os vilões não são os mesmo paspalhões de antes (ou melhor, tem dois vilões, e um deles ainda é um bando de idiotas). Mas os super-poderes, que antes eram encarados com um clima sombrio e misterioso começaram a receber uma série de explicações cientológicas insatisfatórias (uma lógica cíclica e inconclusiva).

Minha opinião sincera? A série é boa sim, tem uma leitura agradável e tem conteúdo, mas agora, não acho que essa trilogia fundação seja mesmo a melhor série de ficção de todos os tempos (não chega a ser a melhor série de ficção que eu já li). Claro que esse prêmio foi recebido em 1966 e muita coisa veio depois dessa data, mas no final das contas acho que acabei sendo mais uma vez vítima de overdose de propaganda, que gera uma overdose de expectativa.

E como eu já disse uma vez, nada é mais decepcionante do que a expectativa.

Pois é... A colher não existe...

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: